teclhado 1.png
Camila Kleis Rodacki
Sócia proprietária na WRodacki

Existem inúmeros métodos e equipamentos no mercado que têm como objetivo a captura da realidade, ou seja, trazer uma estrutura do mundo real para o mundo digital. Destacamos o escaneamento a laser 3D cujo produto é uma nuvem de pontos, que nada mais são que milhares de pontos dispersos no espaço, com coordenadas XYZ, correspondendo aos limites das geometrias. Essa nuvem de pontos pode ser transformada em uma malha ou em um modelo 3D.

Há considerações importantes no momento da contratação, pois no escaneamento a laser 3D a gama de configurações possíveis no momento do levantamento é enorme e afetam diretamente no orçamento e no produto final. Para efeitos de comparação, no escaneamento a laser com equipamento fixo, uma única cena pode variar entre 1 minuto e 2 horas, de acordo com as configurações de resolução e qualidade selecionados pelo operador. Para definir essas configurações, conhecer o projeto e as necessidades do cliente são fundamentais para que o produto entregue não seja carente de informações ou as tenha em excesso. Comparando com outros métodos do mercado, o processo de escaneamento a laser 3D é aquele cuja nuvem de pontos pode apresentar maior resolução – maior número de pontos – o que acarreta em um maior nível de detalhe e com alta precisão.

Mas como contratar uma nuvem de pontos?

Entender o objetivo final e o uso que se fará da nuvem de pontos é o primeiro passo. Independente da área de atuação, é fundamental que o cliente tenha definido quais informações precisam ser coletadas durante o escaneamento para que estejam à sua disposição posteriormente.

Para auxiliar neste primeiro passo, segue alguns questionamentos a serem respondidos:

  1. Você precisa de uma ideia espacial ou de detalhes arquitetônicos/mecânicos?

  2. Qual o nível de precisão requerido: milímetros ou centímetros?

  3. Qual a distância máxima entre os pontos da nuvem de pontos? Pense nos itens a serem capturados e suas dimensões. Ajuda a balizar o nível de detalhe esperado.

  4. O local a ser levantado possui iluminação, seja ela artificial ou natural?

  5. Precisa de informação de cor ou uma nuvem de pontos em escala de cinza é suficiente?

  6. Qual a dimensão dos elementos a serem capturados? São grandes estruturas ou pequenas peças?

  7. Os objetos a serem levantados tem uma superfície polida, brilhante, muito escuros ou muito claros?

Com essas respostas, o seu fornecedor saberá indicar qual a melhor solução. Como cliente, é importante que você saiba alguns itens determinantes para a contratação. Segue algumas dicas:

  • Quanto maior a resolução da nuvem de pontos, ou seja, quanto mais próximos forem os pontos uns dos outros, maior será o nível de detalhe, porém mais onerosa é a coleta em campo e maior será o tamanho do arquivo;

  • Se o ambiente não tiver iluminação, seja natural ou artificial, os escaneamentos a laser funcionam perfeitamente, mas a nuvem de pontos será em escala de cinza;

  • Quanto mais informações do local você tiver, como plantas, fotos, entre outros, mais efetivo será o orçamento;

  • O número de cômodos ou ambientes no local tem mais impacto no tempo de levantamento do que a área total;

  • Nem todos os equipamentos têm a opção de fornecer uma nuvem de pontos colorida, com as cores reais do local. Por isso, é importante que você saiba se isso é relevante para você no momento da contratação;

  • Arquivos de nuvem de pontos, em geral, são pesados. Mas há a possibilidade de se reduzir a densidade de pontos da nuvem e, consequentemente, reduzir o tamanho do arquivo;

  • A precisão final do levantamento é determinada pela precisão do equipamento (erro local) somada ao erro oriundo da união das cenas, ou registro das cenas (erro global). Portanto, não basta saber qual a precisão do equipamento. Este é só um balizador;

  • Se confidencialidade dos dados é algo importante para você, fique atento às cláusulas de confidencialidade do contrato. Algumas empresas trabalham com compartilhamento de dados;

  • No momento de comparar propostas, preste atenção nas configurações dos equipamentos utilizados, como também, nos entregáveis incluídos na proposta.

Não existe uma configuração perfeita de levantamento, existe aquela que é mais adequada ao seu uso. Por isso, é importante essa conversa inicial entre você e seu fornecedor. Cada equipamento oferece uma infinidade de configurações no momento do levantamento que impactam diretamente no orçamento. Somente conhecendo suas necessidades e como você vai utilizar o produto final é que será possível atingir um custo-benefício ótimo.

  • soon-873316_1280
  • LinkedIn-Icon-squircle
  • Instagram